ícone Lupa
ícone Lupa

Restringir à: Título Sub-Título Descrição Conteúdo

Data de Início: Data Fim:

Restringir a busca por conteúdos do tipo: Notícia Na mídia Boletim
Boletim Rute 39 – Retrospectiva 2011

Novos Núcleos de Telemedicina

A Rede Universitária de Telemedicina (Rute) inaugurou em 2011 oito novos núcleos de Telemdicina, entre eles sete da fase II e um da fase III. Com isso, a Rute alcança o número de 55 núcleos operacionais. Dos 38 núcleos da fase II do projeto, restam apenas 3 serem inaugurados: do Hospital da Universidade Federal do Piauí e das faculdades de Medicina da Universidade Federal de Roraima e da Universidade Federal de Rondônia. O primeiro núcleo da fase III inaugurado foi o do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, instituição ligada à USP. Veja os núcleos inaugurados em 2011:

- Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP)

Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP)

- Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Acre (Ufac)

- Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM)

- Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

- Instituto de Neurologia Deolindo Couto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (INDC/UFRJ)

- Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Tocantins (UFT)

- Hospital Universitário da Universidade Federal de juiz de Fora (UFJF)

 

Grupos de Interesse Especial

A Rute chega ao fim de 2011 contabilizando 47 Grupos de Interesse Especial (SIGs), dos quais fazem parte 313 instituições de todo o país. Do total de SIGs, 10 foram criados este ano, quando o número de vídeo e webconferências ultrapassou os 600, uma média aproximada de 50 por mês. Veja os SIGs criados em 2011:

Atenção Primária à Saúde (APS)

Endocrinologia Pediátrica

Enfermagem em Oncologia

Mastologia

Perinatologia

Rede Nacional de Pesquisa Clínica (RNPC)

Saúde Bucal Coletiva (SBC)

Saúde do Trabalhador

Telefígado

TICs em Saúde

 

Rute Fase III

Em 2011, foram assinados 28 Termos de Cooperação Técnica entre a RNP e membros Rute incluídos na fase III do projeto. O documento permitiu a compra dos equipamentos, que devem chegar a todos estes pontos, segundo previsão da coordenação, até março de 2012.

 

Telepresença

Quatro hospitais universitários membros da Rute instalaram este ano salas de telepresença. Eles estão localizados nos Hospitais Universitários da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e das universidades federais de Minas Gerais (UFMG), Pernambuco (UFPE) e São Paulo (Unifesp). As salas, dotadas de equipamentos de áudio e vídeo de alta definição, permitem aos usuários realizarem reuniões imersivas em que, mesmo à distância, têm a sensação de estarem frente a frente com o interlocutor. O serviço de Telepresença, o mais novo oferecido pela RNP, tem uma série de aplicações, entre elas, a telemedicina.

 

Forum Rute 2011

No dia 22/11, representantes dos núcleos de Telemedicina reuniram-se em Manaus (AM), durante o 5º Congresso Brasileiro e Internacional de Telemedicina e Telessaúde do CBTms. No encontro, conduzido pelo coordenador nacional da Rute, Luiz Ary Messina, os participantes discutiram formas de aprimoramento da Rede. Entre os tópicos abordados, estavam formas de financiamento, pesquisa e inovação, formação dos técnicos, repositório de vídeos, identidade Rute e contrato com as universidades. Saiba mais sobre os temas discutidos no encontro clicando aqui. 

 

Workshop do BID

Representantes dos ministérios da saúde de 11 países da América Latina e Caribe participaram do Workshop do Projeto RG-T1509 “Protocolos Regionais de Política Pública para Telessaúde na ALC”, nos dias 20 e 21/11, durante o CBTms, em Manaus. O projeto é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento por meio do Programa de Bens Públicos Regionais. Participaram do encontro representantes do Brasil, México, Colômbia, Equador, Uruguai, El Salvador, Costa Rica, Peru, Chile, Argentina e Guatemala. Parte da coordenação do Workshop foi realizada pela Rute. 

 

Workshop em Equador

Em março, a coordenação da RUTE esteve em Quito, Equador, onde apresentou as boas práticas da Rute no workshop do Projeto RG-T1509 “Protocolos Regionais de Política Pública para Telessaúde na ALC”, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Participaram do evento representantes da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e da Organização Panamericana de Saúde (OPS/OMS). As experiências brasileiras e da América Latina em telessaúde e telepresença foram incorporada na Estratégia e Plano de Trabalho em Telessaúde da OPS/OMS no 51º Conselho Diretivo, durante a 63ª Sessão do Comitê Regional, realizado em Washington (EUA), de 26 a 30/9.

 

Rute no Brasil e no exterior

A coordenação nacional da Rute apresentou a rede presencialmente ou por videoconferência à comunidade médica e científica, assim como lideranças políticas, de todas as regiões do Brasil e de países como Espanha, Equador, Venezuela, Guatemala, Panamá e Colômbia.

 

Reconhecimento I

O núcleo Rute da Universidade Federal de Minas Gerais foi reconhecido pelo trabalho de excelência realizado na área de telemedicina/telessaúde naquele Estado. Ficou com o 1º lugar dos prêmios “Melhores Práticas na Rede Federal de Educação”, concedido pelo Ministério da educação, e “Cidadania sem Fronteiras”, categoria Saúde, oferecido pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Cidadania e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Já no International Health Promotion Awards, premiação do Care Continuum Alliance e URAC, o núcleo mineiro ficou entre os três primeiros colocados.

 

Reconhecimento II

O coordenador nacional da Rute, Luiz Ary Messina, recebeu o prêmio “Gente que faz Telessaúde”, honraria do Conselho Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde (CBTMs). O prêmio, divulgado durante o V Congresso Brasileiro e Internacional de Telemedicina e Telessaúde, realizado em Manaus, lhe foi conferido pela dedicação à difusão e à consolidação da Telessaúde no Brasil.